Catamarã Turismo

Mogi das Cruzes – Mogilar – Itaipu

(11) 4699-1034 | (11) 99246-7030

mogilar@catamaratur.com.br

Blog

Um novo olhar: templo de Asakusa, Tóquio

postado em 30 de junho de 2014

Quando pensamos em Tóquio, pensamos em modernidade. Porém, existe um outro lado da cidade que merece um novo olhar. Conheça Asakusa, o maior, mais antigo e mais popular templo budista da capital do Japão.

Também conhecido como Senso-ji, o templo Asakusa é um desses cantinhos especiais que te fazem esquecer o caos e agito de Tóquio, e experimentar uma cidade quase mística.

O templo budista de Asakusa recebe visitantes e mantém suas tradições intactas. Foto de Jonas Ryberg, via Wikimedia Commons.

O templo budista de Asakusa recebe visitantes e mantém suas tradições intactas. Foto de Jonas Ryberg, via Wikimedia Commons.

Imponente e sagrado, o Asakusa abriga diversas atrações que merecem ser apreciadas com calma e atenção. É um passeio para quem quer ver de perto o Budismo japonês em um dos templos mais interessantes do Japão. Portanto, vale reservar algumas horas para conhecer e sentir a energia desse lugar incrível.

O espaço foi construído para preservar uma estátua de Kannon, a deusa da misericórdia. A imagem, com apenas 7 cm, foi achada no rio Sumida por 2 irmãos pescadores (no ano de 628).

Asakusa é o coração pulsante e mais popular de Tóquio. Tudo gira em torno do complexo de templos Senso-ji, onde as enormes lanternas de papel vermelho, sob imponentes portões cerimoniais formam um dos mais conhecidos cartões-postais da cidade.

Se ficar com fome no meio do caminho, experimente um pouco da milenar culinária japonesa. Foto de Jpatokal, via Wikimedia Commons.

Se ficar com fome no meio do caminho, experimente um pouco da milenar culinária japonesa. Foto de Jpatokal, via Wikimedia Commons.

Apesar de ter sido parcialmente danificado com os bombardeios da Segunda Guerra Mundial, o templo Asakusa ainda conserva muito de sua estrutura original.

O belo templo em vermelho e branco impressiona já no portão de entrada com o Kaminarimon (Portão do trovão) e um enorme chōchin (tradicional lanterna de papel).

O portão é guardado à esquerda por Raijin, divindade do trovão, e à direita por Fujin, divindade do vento, com o intuito de afastar os maus espíritos e dar as “boas-vindas” a seus visitantes.

Logo após o majestoso portão de entrada, é possível encontrar um Japão diferente do que é amplamente difundido. As vias guardam em detalhes a herança ancestral de um povo que segue evoluindo, mas que sabe respeitar e valorizar os costumes passados.

Repare que no centro da imagem existe uma espécie de caldeirão, onde os visitantes acendem incenso para purificar a alma e o ambiente. Foto de 663Highland, via Wikimedia Commons.

Repare que no centro da imagem existe uma espécie de caldeirão, onde os visitantes acendem incenso para purificar a alma e o ambiente. Foto de 663Highland, via Wikimedia Commons.

É o caso de “Nakamise”, uma rua com 250 metros de extensão ladeada por lojinhas vendendo todo o tipo de souvenires, além de comidas típicas, numa abundância de cores e sabores.

As lojas e restaurantes se estabeleceram no local por volta do século XVIII, como forma de servir aos peregrinos. Foram destruídas no terremoto de 1923 e novamente durante os bombardeios da Segunda Guerra Mundial, sendo reconstruídas posteriormente.

Passada as lojinhas, há mais uma porta, dessa vez com três enormes lanternas de papel, uma vermelha no centro e duas pretas na laterais.

Logo depois, fica um imenso caldeirão incensário, onde o visitante pode espalhar incenso pelo corpo num ritual de purificação antes de entrar no recinto sagrado (dizem que o incenso tem poderes curativos).

Além disso, também é possível lavar as mãos e beber nos “temizuya”, fontes de água purificada do templo ou ainda tentar a sorte com os Omikuji (mensagens da sorte).

Reserve alguns minutos para admirar a riqueza de detalhes da Asakusa Pagoda. Foto de 663Highland, via Wikimedia Commons

Reserve alguns minutos para admirar a riqueza de detalhes da Asakusa Pagoda. Foto de 663Highland, via Wikimedia Commons

Chegou a hora de entrar no templo, onde há um altar com algumas estátuas bem bonitas e um teto pintado muito bem decorado. Para sentir a energia do lugar é preciso tirar os sapatos e fazer silêncio.

Dentro do maciço pavilhão principal do santuário está a imagem de ouro da deusa Kannon. Nos arredores do complexo, pode-se apreciar os jardins e templos menores, incluindo um templo xintoísta, assim como a bela pagoda de 5 andares, réplica da original que foi destruída durante a guerra.

É bem no interior do templo de Asakusa que se revela como a cultura e os costumes ancestrais foram passados, geração após geração, até os dias atuais. Um cenário que parece resistir ao teste do tempo.

Que tal conhecer essa e outras atrações de Tóquio? Conte com a Catamarã Turismo para encontrar os melhores pacotes, preços e passeios. Entre em contato que a gente planeja tudo pra você!

Telefone: (11) 4699-1034
WhatsApp: (11) 99246-7030
mogilar@catamaratur.com.br
Rua José Meloni, 351, loja 12, dentro do estacionamento da Itaipu, o Shopping da Construção, Mogilar – Mogi das Cruzes

× WhatsApp